O que inclui o programa Cartões Benefícios ao trabalhador?



A Neo Viva é uma empresa de seguros empresariais que disponibiliza soluções eficientes para agregar e facilitar o dia a dia das empresas. Com a gestão estratégica de benefícios, busca aumentar a satisfação dos colaboradores e reduzir as taxas de turnover (desligamentos de funcionários e entrada de novos).


Entre os diversos benefícios corporativos que oferece está o Programa Cartões Benefícios ao trabalhador. O objetivo é melhorar as condições nutricionais dos funcionários, tornando-o mais resistente à fadiga e menos suscetível a ser acometido por doenças.


Quais são os benefícios do Programa?


· Vale-alimentação

Este benefício se refere a alimentos ainda não preparados, como é o caso das “compras do mês” em supermercados e pequenos gastos em padarias, por exemplo. O cartão vale-alimentação é o equivalente das cestas básicas, só que mais prático e eficiente.


Pode parecer irrelevante oferecer um vale ou um valor equivalente no salário, mas saiba que vale muito a pena. Isso porque a compra corporativa dos cartões gera um custo menor do que o valor recebido.


· Vale-refeição

Este benefício contempla a ida a um restaurante ou lanchonete. É um modelo mais restrito do que o vale-alimentação, pois tem o objetivo apenas de auxiliar o funcionário que não pode levar sua comida de casa.


O vale-refeição surgiu para solucionar um problema que era bastante comum antigamente. As empresas criavam seus refeitórios para alimentar as equipes durante o expediente, mas, como o custo de criação e manutenção dos ambientes era alto, eles foram trocados por cestas, depois por tickets refeição e mais tarde pelos cartões hoje utilizados.


Assim como o vale-alimentação, este benefício também representa um custo menor para a empresa do que o valor bruto, mas consegue ser ainda mais relevante para o funcionário.


· Vale-transporte

O benefício garante que o funcionário receba antecipadamente do empregador o valor destinado ao seu transporte de casa para o trabalho e vice-versa, de acordo com as regras definidas pelo Ministério do Trabalho. Como não é considerado parte da remuneração do funcionário, não pode ser incluso no cálculo para a Previdência Social ou para o FGTS.


De fato, os benefícios são considerados um recurso importante para atrair e manter profissionais atuando na empresa, pois, assim, eles se sentem mais valorizados e estimulados a colaborar para o crescimento da organização.